DCNTs e Fatores de Risco

As doenças crônicas não transmissíveis (DCNTs) são a principal causa de morte e incapacidade no mundo.  Em 2007, foram responsáveis por 72% dos óbitos ocorridos no Brasil. Oitenta por cento das mortes por doenças crônicas ocorrem em países de baixa e média renda e metade delas são de mulheres. São quatro grupos de doença de maior magnitude: circulatórias, respiratórias crônicas,  câncer e diabetes.

O tabagismo é considerado o principal fator de risco prevenível na epidemia global das doenças crônicas. Os bons resultados na redução da prevalência do tabagismo no Brasil levaram a ACT Promoção da Saúde a expandir sua experiência em políticas públicas e advocacy para a prevenção dos outros fatores de risco das DCNTs que além do controle do tabagismo, englobam a promoção da alimentação saudável, controle do uso abusivo do álcool e atividade física.

Para fortalecer o controle das doenças crônicas não transmissíveis estão sendo realizadas várias ações como o monitoramento independente do plano nacional sob a perspectiva da sociedade civil, formação e capacitação da Rede DCNT, discussão sobre legislação e políticas públicas, promoção de medidas que evitem conflito de interesses, além da realização de campanhas educativas.

 

FATORES DE RISCO PARA O PRINCIPAL GRUPO DAS DCNTs 

 





Campanhas



Faça parte

REDE PROMOÇÃO DA SAÚDE

Um dos objetivos da ACT é consolidar uma rede formada por representantes da sociedade civil interessados no controle do tabagismo, a fim de multiplicar a causa.


CADASTRE-SE